quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

E Joseph Blatter bate o martelo!

Nesta quinta-feira, Joseph Blatter, o presidente da Fifa fez o anúncio e agora já sabemos os países que vão sediar as próximas copas. Em 2018 a Rússia levará o campeonato Mundial a seu país, e, em 2022, quem levou a melhor foi Catar, essa será a primeira Copa levada ao Oriente Médio.

Os árabes usaram de argumentos fortes, convencendo, assim, a todos. Seus estádios vão oferecer uma tecnologia de última geração, as sedes serão próximas e será um fato inédito, afinal, nunca houve uma copa no Oriente Médio, onde o povo é tão apaixonado pelo futebol.

A Rússia vai investir em estádios (pretende levantar 13), infraestrutura e prometem fazer uma competição inesquecível.

Blatter explica o motivo da escolha: "Vamos para novos territórios. Sou um presidente feliz quando falamos de desenvolvimento no futebol".

Além dos lugares escolhidos serem inéditos, a forma de escolha também foi. A Fifa nunca tinha realizado votações no mesmo dia para escolher duas sedes.

Agora vamos dar uma olhada nas fotos de alguns dos projetos. Apenas uma palavra: Incrível.

Estádio Al-Gharafa em Doha. (Catar)

Estádio de Al-Rayyan. (Catar)

Estádio de Doha Port. (Catar)

Estádio de Al-Khor. (Catar)

Parte interna do Al-Khor.


Estádio de Cazã. (Rússia)
Estádio de São Petersburgo. (Rússia)

Estádio de Sóchi. (Rússia)


Estádio da Região Metropolitana de Moscou. (Rússia) 

2 comentários:

Mariana Martins disse...

Bem legal terem escolhido um país do Oriente Médio. Futebol, mesmo que só por alguns momentos, é um ótimo pacificador. :)


Beijo!

3 de dezembro de 2010 16:31
Leo Bragança disse...

Pensei que os EUA levariam 2022. Blatter mostrou que a Fifa tá mais preocupada com a paixão pelo futebol e o lado social do esporte do que o business. Achei bacana.

4 de dezembro de 2010 07:19

Postar um comentário

Seguidores